Google+ Followers

terça-feira, 23 de setembro de 2008

AS LINDAS E COLORIDAS GERBERAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Classificação científica Reino: Plantae Divisão: Magnoliophyta Classe: Magnoliopsida Ordem: Asterales Família: Asteraceae Género: Gerbera
Gerbera L., é um género de plantas herbáceas ornamentais pertencente à família das Asteraceae (ou Compostas), a mesma do girassol e das margaridas, cultivada em grandes quantidades pela sua flor muito apreciada em arranjos ornamentais e como planta decorativa de exteriores nas regiões de clima temperado de ambos os hemisférios. Em 1737 o naturalista holandês Jan Frederic Gronovius atribuiu o nome Gerbera ao género, em homenagem a Traugott Gerber, um médico e naturalista alemão que trabalhou na Rússia. O nome vulgar gerbera, ou gérbera, é aplicado indistintamente às espécies do género e às suas flores, as quais são em geral comercializadas sob aquela designação, muitas vezes seguida de uma indicação específica ou varietal (por exemplo gerbera-do-Transvaal, ou gerbera-púrpura).


CUIDADOS COM VASOS!!!!!!!!!


Regar do mesmo modo que no jardim. Deve-se tomar um cuidado maior por ser mais fácil a evaporação de água nos vasos. Não deixar acumular água nos pratos sob os vasos por mais de 30 minutos, se não a raíz pode vir a apodrecer.Os mesmos cuidados com relação aos jardins. tomar cuidado com o excesso que pode ser percebido por uma camada pegajosa que se forma na superfície da terra. As plantas em vasos sentem mais a falta de adubos por isso, é bom estar em dia com a adubação.Aquelas flores que são vendidas nas floriculturas e supermercados podem voltar a dar flores se tomados alguns cuidados. Assim que a floração terminar, corte todas as flores secas e as folhas murchas, depois, adube-as com farinha de osso* e mantenha-as em locais iluminados. Em pouco tempo elas estarão com botões novos.*tomar cuidado com crianças e animais As plantas que ficam dentro das casas podem parar de florir se não estiverem recebendo a devida luz. Violetas, orquídeas e lírios da paz podem vir a virar só "folhagens" se sentirem a sua falta. O melhor local para o plantio das plantas é próximo à janelas, até a 3 metros dela..As plantas de vasos são mais suscetíveis ao ataque das pragas pois, em vasos, as plantas acabam por sofrer mais as variações do ambiente onde vivem, tornando-se consequentemente mais sensíveis a qualquer ataque. Os cuidados a serem tomados devem ser os mesmos do jardim

ENFIM...... a primavera......


Estas da foto, em especial, funcionam bem como cercas vivas. São elas: minirrosas arbustivas (Rosa chinensis), alamandas-amarelas (Allamanda cathartica) e bela-emílias (Plumbago auriculata). Há ainda uns agapantos (Agapanthus africanus) na foto de cima, à esquerda. O barato desta turminha é o crescimento irregular. Todas florescem na primavera e no verão. Quem quer ter uma mostra do que elas são capazes, pode plantá-las agora.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Plantas saudáveis dentro de casa

Plantas complementam bem qualquer ambiente e ainda proporcionam um ar agradável e envolvente. Para mantê-las sempre viçosas vocês não precisam dispor de muito tempo. É só organizar os cuidados básicos em tarefas diárias, semanais, mensais e anuais. Assim, o trabalho fica bem dividido, vocês não vão se sobrecarregar e suas plantas retribuem seu carinho, crescendo bonitas e saudáveis.
A primeira coisa a fazer é escolher espécies que cresçam bem dentro de casa e saber as necessidades de regas e adubações de cada uma. Para isso, vocês podem contar com a ajuda de floricultores em casas especializadas: algumas plantas precisam de adubações mensais, outras a cada dois meses e certas espécies dispensam adubação durante todo o inverno.
Além das adubações, vejam como proceder em cada período:
Diariamente reguem as plantas que estão com o solo ressecado.Retirem flores e folhas murchas ou manchadas.
Semanalmente virem os vasos para as plantas receberem sol de todos os lados e não crescerem tortas.Examinem as plantas para ver se não estão com pragas ou doenças. Se notarem alguma coisa, isolem o vaso, removam as folhas mais atacadas ou limpem com uma esponja embebida em água e sabão neutro. Depois, lavem bem.Vejam se as plantas estão em lugar bem ventilado e iluminado. Se faltar luz, uma solução é usar uma lâmpada apropriada à venda nas lojas especializadas em jardinagem.
Mensalmente retirem os vasos pendentes mergulhando-os em um balde com água para encharcar bem o solo.Limpem as folhas com um pano limpo e seco.Pulverizem água nas folhagens.
Anualmente reenvasem as plantas que estão com as raízes saindo pelo furo de drenagem do vaso.Façam as podas anuais.Tirem novas mudas que cresceram muito, tomando conta do vaso.
Fonte de pesquisa: Revista Casa Claudia