Google+ Followers

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

CARIMBO DE PAREDE






 Pessoal, olha que ideia bacana: uma mistura de rolo de pintura, carimbo e papel de parede. Ideia bacanérrima mesmo, e com várias estampas, são mais de 10 desenhos diferentes.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

PROJETO CASA DE CAMPO

                                  PROJETO CASA DE CAMPO - IMPLANTAÇÃO GERAL
                         PROJETO CASA DE CAMPO - IMPLANTAÇÃO GERAL PAISAGISMO


                                                                  PLANTA BAIXA


                                                              FACHADA FRONTAL
                                                    CORTE GERAL AA











 

ENTREVISTA




Parte inferior do formulário
Cada planta no seu vaso
Atualizado em 19/10/2012 - 20:22


Na hora de comprar, escolha o vaso ideal para o desenvolvimento da sua planta

Decorar a casa com plantas e flores é uma maneira de ter contato com a natureza e ainda deixar o ambiente agradável. Na falta de espaço, uma boa opção é cultivar plantas e flores em vasos. Hoje é possível encontrar várias opções. Além de manter o colorido da natureza por perto, também podem ser importantes peças de decoração. 

O VASO CERTO

Não basta escolher o vaso mais bonito, é preciso ter atenção, pois cada planta possui uma característica de crescimento, portanto necessita de um recipiente adequado. A estética é um ponto importante, mas outros fatores também devem ser levados em conta para que as plantas possam embelezar a casa por muito mais tempo. A arquiteta Danielle Duarte explica que “o mau uso de um vaso pode inibir o crescimento e interromper o desenvolvimento natural das sementes. Os vasos devem ser sempre proporcionais ao porte da planta e conforme o seu crescimento, ser transplantada para vasos maiores”.

A arquiteta cita alguns exemplos e ressalta que não há regras, mas é fundamental manter uma proporção agradável entre vaso e planta:

• Palmeira Licuala: nesse caso, prefira os vasos bojudos, de 50 x 50 cm.
• Pacova e Philodendro: como se trata de plantas baixas e volumosas, prefira vasos compridos e estreitos de 1 x 0,40 m.
• Bambu mossô e Dracenas: prefira vasos de boca estreita e esféricos.
• Antúrios e Lírios: Como são plantas menores, dê preferência aos vasos pequenos de 40 x 40 cm.
• Moreias e Mini-ixoras: Muito utilizadas em floreiras.
• Nolina (Pata de elefante): ficam bem em bacias.

Danielle garante que o material do vaso não interfere no desenvolvimento da planta, mas os sintéticos (como a fibra de vidro), o plástico e a resina podem evitar manchas e o apodrecimento de pisos.

QUANDO TROCAR O VASO

É preciso ficar atento aos sinais. Quando as raízes saírem do vaso (por baixo dele, por exemplo), a água escoar rapidamente no ato da rega e o florescimento for escasso ou inexistente, é hora de trocar o vaso. 

Para facilitar a troca, Danielle orienta a fazer tudo por etapas:

1. No dia anterior ao transplante, de preferência à noite, comece os preparativos: regue todas a plantas que serão transplantadas, para facilitar a retirada do vaso. Limpe bem os vasos que serão utilizados;

2. Antes de iniciar o trabalho, escolha um local sombreado. Separe todas as plantas que necessitam de transplante e deixe todo o material necessário à mão;

3. Prepare a mistura de terra ideal para o replantio e reserve. Coloque cascalhos para drenagem no fundo do vaso, de forma que não obstruam totalmente o furo;

4. Coloque uma parte da mistura de solo no fundo do vaso e reserve;

5. Retirada da planta do vaso: A terra um pouco umedecida facilita o trabalho. No caso de haver muita compactação, afofe a terra superficialmente e passe uma faca de lâmina comprida entre o vaso e o torrão;

6. Se a planta estiver num vaso pequeno, coloque a mão espalmada por baixo das folhas, cobrindo a superfície da terra e firmando as hastes entre os dedos. Vire o vaso para baixo e, para facilitar, bata-o levemente na beirada de uma mesa ou balcão, evite puxá-la com força. Se houver resistência, quebre o vaso;

7. Para retirar uma planta de um vaso grande, passe a lâmina de uma faca longa entre o torrão e o vaso. Deite o vaso na mesa e bata levemente com um pedaço de madeira nas laterais para soltar o torrão. Segure a planta com uma das mãos e vá virando o vaso lentamente, batendo devagar em toda a superfície. Quando perceber que o torrão está solto, puxe a planta delicadamente com o vaso ainda deitado;

8. Com a mistura de solo já firmada no fundo do novo vaso, posicione o torrão da planta bem no centro. Na maioria dos casos, o topo do torrão deve ficar entre 2 e 5 cm abaixo da borda;

9. Continue a colocar a mistura de solo, pressionando-a nas laterais para firmar bem a planta. Espalhe mais um pouco da mistura por cima e observe que a terra deve cobrir as raízes, sem encostar nas folhas inferiores. Para eliminar as bolhas de ar e acomodar a terra, bata o vaso levemente sobre a mesa e depois pressione a superfície com os dedos.

O AMBIENTE IDEAL 

Outro fator importante para a preservação das plantas é o ambiente. “A condição ideal para as plantas são as que mais se aproximam do seu ambiente nativo. Para verificar se a planta está bem no local, há uma regra geral: folhas amarelando indicam excesso de luz, e folhas escurecendo demais é indício de falta de luz” ensina. 

Antes de compras plantas e flores é importante consultar um profissional que possa orientar sobre os cuidados específicos. 

Texto: Natalí Garcelan 
Foto: Photo Pin 

Entrevista publicada em: http://www.maquinadesites.com.br/floricultura/index.php?option=com_content&view=article&id=87&Itemid=282&id_noticias=367

sexta-feira, 27 de julho de 2012

CASA BELO HORIZONTE - PROJETO DANIELLE D. OLIVEIRA

 PLANTA TÉRREO
 PLANTA 2 PAVIMENTO
 CORTE BB
 CORTE AA
 FACHADA FRONTAL
FACHADA POSTERIOR

CASA EM SETE LAGOAS - PROJETO: DANIELLE D.OLIVEIRA

PLANTA BAIXA - TÉRREO

PLANTA BAIXA - 2º PAVIMENTO
CORTE BB

FACHADA FRONTAL

FACHADA LATERAL

FACHADA POSTERIOR

        
                                             FACHADA LATERAL

LOCAL DA FUTURA CONSTRUÇÃOFASE INICIAL DA OBRA - FUNDAÇÃO
SUBINDO AS PAREDES

FASE DE ACABAMENTO


FASE DE ACABAMENTO

OBS: A PINTURA DA CASA É FEITA COM TERRA, ASSIM COMO O PROJETO DA FAZENDA MOURÕES POSTADO ANTERIORMENTE!!!!!

PROJETO SALÃO DE BELEZA Belo Horizonte